Reino Unido financia combustíveis derivados de resíduos para aviões e camiões


(29-08-2017)

No Reino Unido o Departamento de Transporte (DfT) está a oferecer cerca de 23 milhões de euros para projectos no âmbito dos combustíveis derivados de resíduos (CDR) com baixo valor de carbono para aviões e camiões. Esta medida destina-se a veículos demasiado pesados para se moverem electricamente e surge na sequência de um conjunto de incentivos do governo para adquirir veículos de baixas emissões e eléctricos e uma proibição de novos veículos a gasolina ou a diesel até 2040.

Os dados da DfT mostram que os CDR aplicados aos camiões e aviões podem poupar 90% do carbono emitido por fontes tradicionais de combustíveis fósseis. Outros países já começaram a investigar esta aplicação: Nos Estados Unidos a Virgin Atlantic e a empresa Lanzatech testaram combustíveis derivados de gases de fundições metalúrgicas e obteveram resultados promisores: De acordo com os resultados obtidos, o combustível obtido do processo será 65% mais limpo que o combustível utilizado atualmente no transporte aéreo.

Com esta injecção de dinheiro, o governo britânico espera que sejam criadas 5 novas instalações de conversão de CDR de baixo carbono até 2021. A DfT espera que estes novos combustíveis para transporte possam gerar mais de 647 milhões de euros para a economia e 9800 novos empregos até 2030.


Fonte: The Guardian

Palavras-Chave: Combustível derivado de resíduos, Reino Unido, Departamento de Transporte,

Siga-nos no facebook.


Notícias Relacionadas: